3 livros sobre… incesto

por Karin Hueck & Fred Di Giacomo

1) “Homo Faber”, Max Frisch
homo-faber-capa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Walter Faber é um engenheiro de meia-idade racional e pragmático (daí o nome do livro: Homo Faber,“o homem que fabrica”) que, para fugir de uma namorada (e um passado conturbado), resolve fazer um cruzeiro pela Europa. A bordo, Walter conhece Sabeth, uma moça de 20 anos meio destrambelhada e artistinha – e, como era de se esperar, se apaixona perdidamente. Seria uma linda pensata sobre as razões do coração X a razão da mente, se não fosse por um detalhe. Adivinhe de quem Sabeth é filha?

2)“Invisível”, Paul Auster

invisivel-capa
Este livro é dividido em três pedaços. O que nos interessa é o segundo, na qual Adam Walker, um intelectualzinho meio metido a besta, vai morar com sua irmã mais velha, Gwyn. Ambos são ma-ra-vi-lho-sos: loiros, olhos claros, pele bronzeado, porte atlético – e se desejam. Auster então descreve, como se fosse o diário de Adam, cenas de sexo tórrido entre os irmãos (o suficiente para deixar você meio “iiic”). Mas, para embaralhar tudo depois, na terceira parte do livro, Gwyn nega o caso e diz que o sexo não passava de uma fantasia do irmão. Cabe a você decidir se acredita.

3) “Álbum de família”, Nelson Rodrigues
album-familia-capa

Existem livros que falam sobre incesto entre mãe e filho (“Édipo Rei”, de Sófocles), existem livros que falam sobre incesto entre filha e pai (“Incesto” de Anaïs Nin) e existe “Álbum de família”, do tio Nelson Rodrigues, que explora TODAS possibilidades de incesto. Na família do patriarca Jonas, o pai é apaixonado pela filha, a mãe pelo terceiro filho, o irmão pela irmã… A peça ficou proibida 20 anos e vai (entre fotos alegres de família) se tornando tensa densa com os fetiches familiares explodindo a cada ato. Um festim de neuroses pra deixar Freud orgulhoso.

tres livros sobre

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...