45 livros e HQs que li (e me inspiraram) em 2013, por Fred Di Giacomo

Just_Kids_(Patti_Smith_memoir)_cover_art

Bem-vindos a 2014! Começo de ano é época de retrospectiva nerd com a querida listinha de livros lidos . Como já escrevi antes, acredito que os livros sejam os melhores professores que você pode encontrar na vida. Em 2013, me dediquei a ler um pouco mais de filosofia para preencher minha lacuna teórica e escrever os artigos sobre felicidade para o Glück Project (projetinho que tenho tocado nos últimos 4 meses, direto da Alemanha). Entre os 45 volumes que li, passei por obras de Aristóteles, Platão, Freud, Bertrand Russel e Lauzi, que me ajudaram a entender um pouco mais o que chamamos de “felicidade”. Também aproveitei meus 6 meses sabáticos e gastei um bom tempinho lendo milhares de páginas da série “Crônicas de Gelo e Fogo” (Game of Thrones) e me dediquei a alguns clássicos como “Moby Dick” e “The Tempest”, do Shakespeare. E, desta vez, reuni na listinha todos quadrinhos lidos no ano. Corri atrás do atraso e fui ler alguns clássicos das HQS como “Sandman”, “V de Vingança” e “Diomedes”. Os três são uma aula de storytelling muito legal pra quem se interessa pela fusão de imagem e texto.

As regras da brincadeira: 
1)As avaliações são de quanto me diverti e gostei da ler cada livro. Não estou levando em conta a importância histórica, relevância e influência de cada obra. Por isso Miranda July ganha de Aristóteles
2)Eliminei os decimais, então livros que eram 4,5 viraram 4, por exemplo. 
3)Não avalio livros de amigos, parceiros, nem o meu próprio. Não seria justo.
4)O que valem é quantidade de carinhas felizes pra cada livro. A ordem dos livros não altera o produto.
5) Quando li o livro em inglês, deixei o título em inglês. 

🙂 🙂 🙂🙂 🙂 
O mal-estar da CulturaSigmund Freud
capa_freud04
No que acredito
, Bertrand Russell
Moby Dick, Herman Melville
Tao Te Ching, Lauzi
Barba ensopada de sangue, Daniel Galera 
V for Vendetta (HQ),
Allan Moore e David Lloyd
Just Kids, Patti Smith
O escolhido foi você, Miranda July
Casa de Bonecas, Henrik Ibsen
A República
, Platão
The Tempest, William Shakespeare
Sandman: Preludes and Nocturnes (HQ), Neil Gaiman
A Tormenta de Espadas: As Crônicas de Gelo e Fogo Vol. 3, George R. R.

🙂 🙂 🙂 🙂
Diomedes (HQ), Lourenço Mutarelli
diomedes-lourenco-mutarelli
Ética a Nicômaco
, Aristóteles
Roube como um artista, Austin Kleon
Charles Bukowski: Locked in the arms of crazy life, Howard Sounes
Down and Out in Paris and London, George Orwell
Malagueta, Perus e Bacanaço, João Antônio
A dança dos dragões
,
George R. R. Martin
Homage to Catalonia, George Orwell 
O Clube do Suicídio,
Robert Louis Stevenson
Dias de Luta: o rock e o Brasil dos anos 80, Ricardo Alexandre
O Chamado de Cthulhu e outros contos, H.P. Lovercraft
A visita cruel do tempo
, Jennifer Egan
Fábulas Chinesas, organização e tradução de Sérgio Capparelli & Márcia Schmaltz

🙂 🙂 🙂
O festim dos corvos, George R. R. Martin
o-festim-dos-corvos

Galáxias, Haroldo de Campos
This is a Call: Life and times of Dave Grohl
, Paul Brannigan
Mundo Pet (HQ), Lourenço Mutarelli
Epilético 2 (HQ) , David B.
ENVIE MEU DICIONÁRIO: Cartas e Alguma poesia, Paulo Leminski e Régis Bonvicino
Hard Art: DC 1979
, Lucian Perkins e Alec McKaye
My Dirty Dumb Eyes (HQ), Lisa Hanawalt
Metallica: A Biografia, Mick Wall
Tudo o que toca o olhar, Francesca Cricelli
Bichos do Lixo, Ferreira Gullar

🙂 🙂
O amor é um cão dos diabos,
Charles Bukowski
O_amor_e_um_cao_dos_diabos

Topsy Turvy (HQ),
Jason Jägel 
A segunda vida de Djon de Nha Bia
, Nuno Rebocho
Gasoline, Gregory Corso

🙂
Prontuário 666 (HQ) , Samuel Casal
Prontuario666

O estuprador deprimido e outras pessoas comuns, Leonardo Vinhas

Livros de brothers
Haicais Animais, Fred Di Giacomo
Big Jato, Xico Sá

– Se você curtiu a lista, pode encontrar os livros no site da Livraria Cultura

Livrarias e bibliotecas de Bogotá

A Colômbia consegue a incrível façanha de ter um nível de leitura ainda mais baixo do que o do Brasil (a média é de 2,2 livros lidos ao ano por habitante, enquanto que aqui estamos com 4, segundo a Unesco). Mas isso não quer dizer que não existam alguns bons cantinhos literários por lá. Em Bogotá, estive em dois.

O Centro Cultural Gabriel García Marquez:

IMG_1185

 

IMG_1179

 

IMG_1181

 

E a linda biblioteca pública Luis Ángel Arango:

foto 1 (4)

 

foto 3 (4)

foto 2 (4)

 

A biblioteca é imensa, gratuita, e ainda tem um terraço com vista para os Andes. Estes dias, anda tendo por lá uma exposição de jovens ilustradores colombianos. Olha só:

foto8

 

book porn

Livros que estamos lendo: “Envie meu dicionário: Cartas e Alguma Crítica”, Paulo Leminski e Régis Bonvicino

envie-meu-dicionario-paulo-lemisnki

O curitibano Paulo Leminski é um dos poetas mais populares do Brasil – a prova é ver seu “Toda poesia” (editado pela Cia das Letras) entre os livros mais vendidos do país, tendo desbancado, inclusive, “50 tons de cinza” na lista da Livraria Cultura. Em “Envie meu dicionário” (Editora 34), Leminski manda cartas para o amigo e escritor Régis Bonvicino nas quais analisa sua obra, faz críticas culturais, revela planos e chora mágoas. Muito interessante para compreender o lado humano do poeta e descobrir, como num making-of, seu processo de criação.
 

 

 

book-porn

Poesia em títulos de livro

A artista Nina Katchadourian tem um projeto muito legal que virou modinha por aí: ela conta histórias por meio dos títulos de livros selecionados. Muitas vezes, o negócio acaba ficando parecido com poesia. Olha só:

poesia-lombada
Como escrever/ Poesia muito ruim/ Fique olhando para o céu/ Destrave/ A origem do mundo.

poesia-lombada2
Um dia na praia/ Os banhistas/ Tubarão 1/ Tubarão 2/ Tubarão 3/ Violência repentina/ Silêncio.

poesia-lombada3
Otimismo/ A vida não me assusta/ Quando as coisas desmoronam/ Superimunidade/ É assim que eu vejo as coisas.

poesia-lombada4
A maneira como é/ Andando em círculos/ Aonde você for, lá você estará

Aqui no Brasil, o projeto Literatura na Lomba faz o mesmo tipo de trabalho – e qualquer um pode participar.

poesia-lombada5 poesia-lombada6

 

book-porn

9 filmes de Quentin Tarantino transformados em capas de livro no estilo da editora Penguin

Hey, a dica é fresca e vem do @otaviocohen, repórter do site da SUPERINTERESSANTE: o designer Sharm Murigiah transformou os roteiros/filmes do diretor Quentin Tarantino em capas da editora Penguin. O resultado (bem bacana) você confere abaixo:

Cães de Aluguel
caes-aluguel-capa-livro

Amor à queima-roupa (roteiro de Tarantino)
taran2

Pulp Fiction

taran3

Jackie Brown
taran4

Kill Bill – Vol. 1
taran5

Kill Bill – Vol 2

taran6

À prova de morte
taran7

Bastardos Inglórios
taran8

Django Livre
taran9

book-porn

A maravilhosa capa de “O maravilhoso mágico de Oz”

Carlo Giovani é um artista e ilustrador gaúcho (que vira e mexe faz coisas lá pra Superinteressante) caprichoso. Sua especialidade são esculturas/recortes/ilustrações em papel. Olha só a capa incrível que ele fez para “O maravilhoso mágico de Oz”, da Editora Salamandra.

E lá vem um spoiler: ele também fez uma capa para a Penguin britânica de um livro sobre – adivinhem só – a história do papel. Olha que arraso. E sim, foi tudo feito à mão.

paper-trail

 

book-porn

 

Capas para Tolkien, feitas por Tolkien

J. R. R. Tolkien (que, no mundo real, se chamava John Ronald Reuel) era um homem de muitos talentos: foi escritor, filólogo, poeta, professor universitário – e, quem diria, ilustrador. Como não poderia deixar de ser, criou suas próprias capas para suas obras mais famosas. Dê uma olhada aqui, e avalie se são melhores do que as foram lançadas por aí:

The-Fellowship-Of-The-Ring-Book-Cover-by-JRR-Tolkien

The-Two-Towers-Book-Cover-by-JRR-Tolkien

The-Return-Of-The-King-Book-Cover-by-JRR-Tolkien

 

book-porn

Anônimos lendo seus livros fascinantes

Este blog português tira fotos de desconhecidos lendo livros pelas ruas. A autora pede licença, um retrato e uma pequena explicação sobre quem são e o que estão lendo. É o Acordo Fotográfico. Olha que lindeza:

acordo-fotográfico7

“Aproximei-me da Mihaela convencida de que estaria a ler um pequeno livro, mas quando me aproximei o suficiente para já lhe estar a dirigir a palavra percebi que o que julgava ser uma capa dura era, na verdade, a capa protetora de um Kindle. A Mihaela é romena e casou-se com um português, de quem tem uma filha que dormia tranquilamente no carrinho ao seu lado. Estavam todos de férias no Porto para visitar a família portuguesa. Encontrei-a no Palácio de Cristal quando lia o quarto volume de “A Game of Thrones”, uma saga que decidiu ler depois de ter visto e gostado muito da série televisiva. Fã incondicional do Kindle e dos livros digitais, a Mihaela garantiu-me que não me arrependeria se experimentasse. E a verdade é que, dada a machadada valente que vou levar no orçamento a partir de janeiro de 2013, estou seriamente a pensar em aderir ao digital na língua inglesa: os livros são infinitamente mais baratos do que os editados em português e aproveito para refrescar o vocabulário. La crise oblige…”

Mais retratos:

acordo-fotográfico3 acordo-fotográfico4 acordo-fotográfico6 acordo-fotográfico8

 

book-porn

Capas de livro mais sexy da história

O site FlavorWire fez uma seleção das capas de livro mais sensuais da história. Na lista dos autores algumas presenças óbvias como Henry Miller e D.H. Lawrence em meio alguns pulps baratos e vintage. Confira algumas dessas capas abaixo:
1)

thy-neighbors-wife-cover-sex.
Design de Allison Saltzman

2)

bond

Design animal  de Michael Gillette para a série de livros de James Bon reeditada pela Penguin

 

3)

sonsand-dh-lawrence

 

4)

 realmanadventures

5)

tropico-de-cancer

 

6)
venusoflesbos

7)

lolita-capa-sexy

 

Capa de John Gall rejeitada por ser muito escandalosa

8)

youngwhosin-capa-sexy
9)

mercy

Capa de Mario Pulice
10)

earthman

 

book-porn

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...