“Relato de um Náufrago” – um livro de Gabriel García Márquez (1927 – 2014)

relato-de-um-naufrago-gabriel-garcia-marquez-10651-MLB20032438793_012014-F

 

Gabriel García Márquez morreu hoje. Provavelmente, seu melhor livro é o unânime “100 anos de solidão”, mas guardo especial carinho pela reportagem “Relato de um Náufrago”, que o Gabo jornalista escreveu sobre um marinheiro que passou 10 dias perdidos no mar, após o naufrágio de um navio cheio de contrabando. Uma espécie de “Vida de Pi” real. Foi minha avó materna que me emprestou o livro e o recomendou. Ela já tinha mais de 80 anos nessa época e eu era um dos seus netos mais novos, filho da sétima filha de oito irmãos. Foi um dos momentos de maior intimidade/troca que eu tive com ela. Uma das boas memórias que guardo da nossa relação e uma das leituras (como “O Anjo Pornográfico”) que me jogaram de cabeça nesse negócio de jornalismo. Gabriel García Marquéz morreu hoje como um dia morreu minha avó e como todos vamos morrer. Sou agradecido por ele ter deixado por seu caminho livros que mudam vidas, engravidam a memória e unem pessoas.

resenhas